domingo, 20 de fevereiro de 2011

tomada pelas ações,

de uma vida anterior, levada ao caminho da dúvida por um amargo destino. A linha entre odiar e ser odiada é a realidade pra mim. Ninguém me entende ou vai me entender. Essa raiva dentro de mim não vai passar. Fingir que está tudo bem é a desculpa que vou dar. Eu não odeio a solidão, foi ela que ficou perto de mim há tempos. Será que um dia isso vai mudar ? Pois parece que não.

...

Nenhum comentário:

Postar um comentário